Mais Rohden. Este um trecho pequeno de uma palestra de Rohden, obtido no Site www.cuidardoser.com.br.

Então, o Mestre sentou-se no meio deles e disse:

 

“Os Reis e Príncipes deste mundo são chamados ‘grandes’, por que estão sentados em seus tronos dando ordens aos seus súditos. Convosco não há de ser assim: quem dentre vós quiser ser grande, que seja o servidor de todos!” Imagine só, ele inverteu todo o programa deles!

Grandeza não é ser servido, grandeza é servir voluntariamente! Esta é a nova filosofia do mestre! A filosofia do mestre é servir voluntariamente, de graça.

“Quem dentre vós quiser ser grande, seja o servidor de todos!” Eles ficaram calados, mas tomaram a sério estas palavras.

Querer ser importante é egoísmo. Quem importa muito e não exporta nada entra na inflação e a inflação leva a falência. Quando o homem é muito importante é um grande egoísta, mas, se ele é exportante então ele se torna altruísta. Por que importar é de fora para dentro e exportar é de dentro para fora. Todo egoísta é importante e por isso ele entra na inflação e está em vésperas de falência. Na realidade, já está falido.

Existem homens que são exportantes, são altruístas. Existem muitos altruístas mercenários, mas altruístas gratuitos não há muitos. Há muitos servidores que são pagos pelos seus serviços. Onde há os servidores gratuitos? Servidor que é pago pelo seu serviço é um servidor mercenário! Por que ele é recompensado pelo seu serviço e isto é um outro tipo de egoísmo.

De vez em quando a gente encontra um servidor não mercenário, alguém que quer servir de graça, sem nenhuma recompensa, nem mesmo a recompensa dos homens antes da morte e nem mesmo de Deus depois da morte. Esses são os grandes, os gigantes, os servidores que não esperam nenhuma recompensa pelo seu serviço, servem por amor. Quem quiser ser grande, seja servidor de todos e não exija nada pelo seu serviço, não exija nada nem dos homens e nem de Deus. Realize-se tão somente, pelo amor!

 

Grandeza é servir gratuitamente por amor. Grandeza não é ser servido. Não é servir por recompensa, pois isto é altruísmo que nada mais é do que um egoísmo sublimado. O altruísta espera sempre alguma recompensa, se não é em forma de dinheiro, é em forma de louvor, aplausos ou em forma de um ‘céu futuro’.

Grandeza é servir sem nenhuma intenção, somente pelo amor, incondicionalmente e nada mais!

Alguns avatares deste mundo são tão grandes, que se fazem voluntariamente servidores dos outros por amor. Eles possuem uma plenitude de liberdade tão grande que são livremente servidores dos outros. Isto é ser um milionário de liberdade. Quem tem pouca liberdade tem que defender a sua liberdade, mas quem tem 100% de liberdade, esse pode dizer que está pronto a servir os meus próprios escravos. Isto é grandeza.

Mas quem é que pode fazer tal coisa? Quem se identifica com o seu querido ego humano, não pode ser livre, por que o ego nos escraviza mesmo quando somos altruístas. A maior parte dos egoísmos trata-se de um egoísmo sublimado.

Temos que nos transegoficarmos, transmentalizarmos, temos que descobrir algo que não seja nem um ego egoísta e nem um ego altruísta, mas que seja o nosso Eu Divino. Quando alguém abre os olhos para a realidade do seu Eu Divino, do seu Atman, da sua alma, do Pai nele, do seu Cristo Interno, da Luz do mundo que ele é, do tesouro oculto que ele é, do Reino de Deus que ele é, da pérola preciosa que ele é, então, finalmente ele ultrapassou todos os egoísmos… Descobriu a verdade redentora. A verdade voz libertará do egoísmo e até do altruísmo mercenário.

(Parafraseado por Nelson Jonas de uma gravação de Huberto Rohden, feita por J.B. Castro – aqui só um trecho)

Anúncios