(A alegria de Deus – menino – criança)

E do ventre fecundado por sonhos e esperanças,

nasce no centro de periferia,

o Deus – menino – criança.

José consegue rir ao ver seu filho.

Maria-mulher – alimento para o Deus-criança.

Lá fora anjos em cantoria.

Reis, pastores em romaria.

E no calor da estrebaria,

olhares questionando o novo dia.

Será a encarnação da poesia?

Será a presença da profecia?

Onde está a estrela guia?

Só a certeza das certezas. . .

É um tempo de alegria.

O Verbo se fez sonho

Está entre nós.

Menino-criança           – a alegria de um artesão

Criança-esperança       – filho de muita paixão

Esperança-sonhada     – primeiro da criação

Sonho-martírio                        – delírios de reconstrução.

(COMPROMISSO COM O SONHO, GCEC uma comunidade cristã alternativa, pg. 288, texto do Longuini[i] no encarte do boletim nº 123.)


[i] Rev. Luiz Longuini Neto, hoje  professor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (STBSB) – é a última notícia que temos deste irmão, um dos primeiros pastores do GCEC.

Anúncios