Ainda lembrando o GCEC:

Eu estava tentando escrever alguma coisa sobre a vida, quando recebi a notícia de um acidente que provocou a morte de uma querida ex-aluna de dezesseis anos apenas.

Observando aquele corpo inerte, vestido de branco e rodeado de flores, acabei concluindo que a Vida é ação, alegria, sorriso, barulho e até confusão.

Roberta parecia dormir, indiferente a tudo.

A duração da vida terrena é imprevisível e é por este motivo que o ser humano precisa revestir-se de uma energia muito forte para amenizar e saber superar as picuinhas e contrastes que, às vezes, surgem no nosso caminho.

Como seria bom e confortável se pudéssemos andar com nossos pés sobre um arco-íris (como diz um hino) e buscar nas alturas a segurança e a paz que só a proteção divina nos dá!

Ainda estamos sentindo os agradáveis efeitos que o Natal deixou em nosso íntimo, porque o nascimento de Cristo significa Vida, corações palpitando de alegria, almas em mútua comunhão, bocas louvando ao Criador.

Desejo que nos abraços trocados neste Natal, possamos sentir realmente a sinceridade de uma vida cristã plena de amor e rica em troca de experiências positivas.”

(COMPROMISSO COM O SONHO, GCEC uma comunidade cristã alternativa, pg.s 238/239, texto da Wanda[i] para o boletim nº 124.)


[i] Já não temos mais a querida Wanda entre nós.

Anúncios