Eclesiastes 4:1 Então olhei de novo para toda a injustiça que existe neste mundo. Vi muitos sendo explorados e maltratados. Eles choravam, mas ninguém os ajudava. Ninguém os ajudava porque os seus perseguidores tinham o poder do seu lado.

Não tenho credencial alguma para falar-lhes sobre cabala pois me parece uma sabedoria profunda; mesmo assim garimpei dois pequenos textos que abordam o SOFRIMENTO – têm a vantagem de dar a dica para escapar da dor.

CABALA REVELADA – PDF, pg.s 39,40

“Mas se olharmos ao redor, nós podemos claramente ver que não estamos dirigidos a um futuro positivo. Nós estamos em uma crise – uma grande crise. Mesmo que não tenhamos sido prejudicados por ela, não temos garantia alguma de que permaneceremos assim. O que acontece é que não há lugar onde a crise não tenha deixado sua marca, seja em nossas vidas pessoais, nas sociedades nas quais vivemos, ou na Natureza.

As crises por si só não são necessariamente negativas; elas simplesmente indicam que o estado presente das coisas se exauriu, e que é hora de passar para a próxima fase. A democracia, a revolução industrial, a revolução feminista, a física quântica, todos surgiram como resultados de crises em suas áreas. De fato, toda coisa que existe hoje é resultado de uma crise do passado.

A crise de hoje não é essencialmente diferente das anteriores; ela é, no entanto, muito mais intensa, afetando o mundo inteiro. Mas como qualquer crise, é uma oportunidade para a mudança, um trampolim para o crescimento. Se escolhêssemos corretamente, todas as  dificuldades poderiam simplesmente desaparecer. Nós poderíamos facilmente providenciar alimento, água, e abrigo para o mundo inteiro.

Nós poderíamos estabelecer a paz mundial e fazer deste mundo um planeta dinâmico e próspero. Mas para que isto aconteça, nós precisamos querer fazer isto acontecer e escolhermos o que a Natureza quer que escolhamos – unidade, ao invés de nossa presente escolha de separação.”

CONCEITOS BÁSICOS DE CABALA – PDF, pg.s 29/30

“Ao criar os mundos e ao dá-los para nós, o Criador estabeleceu um objetivo diante de nós: alcançar Seu nível e fundir-se a Ele ao ascender pelos mundos que Ele construiu. A questão é, deve a humanidade sentir-se obrigada a realizar a vontade Dele?

A Cabala revela uma imagem completa e ampliada do controle do Criador sobre nós. Assim, espontaneamente ou pressionados pelo sofrimento, nesta vida ou em uma próxima, influenciados por fatores físicos, sociais e econômicos, cada um de nós, toda a humanidade, irá aceitar o propósito da Criação como seu objetivo de vida.

No fim, todos atingirão um só objetivo. A única diferença está no caminho: uma pessoa que voluntariamente e conscientemente avança em direção ao objetivo ganha duas vezes: economiza tempo, e experimenta o deleite da fusão com o Criador ao invés do sofrimento.

A gravidade da situação está no fato de que a humanidade sequer imagina as calamidades que se encontram diante dela. O objetivo foi definido e as leis do universo são invariáveis. Sofrimentos pessoais do cotidiano e constantes catástrofes globais estão fazendo cada um de nós se aperceber da necessidade da observância da lei do Criador – anular o egoísmo e a inveja e no lugar disso desenvolver a compaixão, o auxílio mútuo e o amor.”