Setenta anos é o tempo de nossa vida,

oitenta anos se ela for vigorosa;

e a maior parte deles é fadiga e mesquinhez,

pois passam depressa, e nós voamos.

Salmo 90:10.

O FALAR DOS TOLOS

ECLESIASTES 10:

João Ferreira de Almeida, Ed. Revista e Corrigida, 1969

                2 O coração do sábio está à sua mão direita mas o coração do tolo está à sua esquerda.

                3 E até quando o tolo vai pelo caminho, lhe falta entendimento e diz a todos que é tolo.

                …

12 Nas palavras do sábio há favor, mas ao tolo os seus lábios devoram.

13  As primeiras palavras da boca do tolo são estultícia, e as últimas, loucura perversa.

14  O estulto multiplica as palavras, ainda que o homem não sabe o que sucederá; e quem lhe manifestará o que será depois dele?

15  O trabalho do tolo o fatiga, pois nem sabe ir à cidade.

Bíblia de Jerusalém

2.O coração do sábio vai para a direita, o coração do néscio vai para a esquerda[i].

3.Mesmo saindo para a rua, o néscio anda sem juízo, mostrando a todos que é um néscio.

12.O sábio ganha estima com suas palavras, o néscio se arruína pelo que fala;

13.seu exórdio é uma tolice, sua conclusão um terrível absurdo.

14.O néscio tagarela sem medida; o homem não sabe o que trará o futuro nem o que acontecerá depois: quem o informaria?

15.O trabalho do néscio abate-o, porque não acerta o caminho para a cidade.

Edição Ecumênica (Padre Antonio Pereira de Figueiredo) – Barsa

2.O coração do sábio está na sua mão direita, e o coração do insensato na sua esquerda.

3.Mas até o insensato que vai pelo seu caminho, sendo ele um insipiente, a todos reputa por insensatos.

12.As palavras que saem da boca do sábio são cheias de graça: e os lábios do insensato precipitá-lo-ão.

13.As suas primeiras palavras são uma parvoíce, e as últimas que lhe saem da boca, são um erro péssimo.

14.O insensato todo se espraia em falar. O homem não sabe que é o que foi antes dele: e quem lhe poderá indicar que é o que será depois?

15.O trabalho dos insensatos afligirá aqueles que não sabem ir à cidade.

Almeida Revista e Atualizada 

10.2   O coração do sábio se inclina para o lado direito, mas o do estulto, para o da esquerda.

10.3   Quando o tolo vai pelo caminho, falta-lhe o entendimento; e, assim, a todos mostra que é estulto.

10.12   Nas palavras do sábio há favor, mas ao tolo os seus lábios devoram.

10.13   As primeiras palavras da boca do tolo são estultícia, e as últimas, loucura perversa.

10.14   O estulto multiplica as palavras, ainda que o homem não sabe o que sucederá; e quem lhe manifestará o que será depois dele?

10.15   O trabalho do tolo o fatiga, pois nem sabe ir à cidade.

Nova Tradução na Linguagem de Hoje 

10.2   Para quem é sábio, é muito natural fazer o que é certo, mas para o tolo o natural é fazer o que é errado.

10.3   Todos percebem que ele é tolo; até os que não o conhecem notam a sua falta de juízo.

10.12   Quem é sábio recebe elogios pelas coisas que diz, mas o tolo é destruído pelas suas próprias palavras.

10.13   Ele começa dizendo tolices e acaba falando coisas absurdas e más.

10.14   O tolo não para de falar. Ninguém sabe o que vai acontecer amanhã, nem pode dizer o que acontecerá depois da sua morte.

10.15   Somente um homem muito tolo, tão tolo, que nem consegue encontrar o caminho de casa, se esgota de tanto trabalhar.

Consideremos agora, como um só bloco, os versos 2, 3 e 12 a 15, pois todos, ainda que mencionem o sábio, colocam o foco no tolo e seu papaguear.

Exagero um pouquinho deixando com vocês cinco versões do mesmo texto bíblico para que se deliciem com as pequenas diferenças de traduções.

Já se disse que a “a palavra (é) a senha de entrada (do homem) no mundo humano”

  http://filipebh.sites.uol.com.br/antropologia/linguagem.html

O falar, para os humanos, é de fundamental importância, pois é um bicho social. Uma olhada na Internet oferece inúmeros estudos a respeito. Por exemplo:

1)     A Dra. Suzane Schmidlin Löhr discorre sobre a Importância da fala na comunicação humana:

http://curitiba.jovempanfm.virgula.uol.com.br/musica/especial/index.php?especial=1147&page=1505

2)     O Site

http://www.bororo25.com.br/index.php/curso-a-importancia-da-fala-nas-relacoes-cotidianas/

oferece um curso sobre A Importância da fala nas relações cotidianas.

3)     MÁRCIA GLEICE TRACAIOLY DA SILVA e ROSICLENE BATISTA RODRIGUES dissertam sobre FALA E ESCRITA: A IMPORTANCIA DA COMUNICAÇÃO CONTEMPORÂNEA:

http://www.recantodasletras.com.br/artigos/3011521.

E por aí vai.

Mas, quanto aos que abusam deste poder, os evangelhos informam este dito do Nazareno:

Mt 6:7  E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos.

E o apóstolo Tiago faz lúcida preleção:

Tiago 3

2  Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo.

3  Ora, se pomos freio na boca dos cavalos, para nos obedecerem, também lhes dirigimos o corpo inteiro.

4  Observai, igualmente, os navios que, sendo tão grandes e batidos de rijos ventos, por um pequeníssimo leme são dirigidos para onde queira o impulso do timoneiro.

5  Assim, também a língua, pequeno órgão, se gaba de grandes coisas. Vede como uma fagulha põe em brasas tão grande selva!

6  Ora, a língua é fogo; é mundo de iniquidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno.

7  Pois toda espécie de feras, de aves, de répteis e de seres marinhos se doma e tem sido domada pelo gênero humano;

8  a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero.

9  Com ela, bendizemos ao Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.

10  De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim.

11  Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso?

12  Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de água salgada pode dar água doce.

 

Milton Roberto Sales Lagoa Nova, no artigo A IMPORTÂNCIA DE FALAR BEM, afirma:

Falar bem e de maneira clara, deixou de ser um talento pessoal e passou a ser uma necessidade fundamental a todos os funcionários que desejam continuar na corrida corporativa.

http://www.rh.com.br/Portal/Comunicacao/Artigo/4373/a-importancia-de-falar-bem.html

Algumas afirmações:

As pessoas que falam muito mentem sempre, porque acabam esgotando seu estoque de verdades.

Millôr Fernandes

http://pensador.uol.com.br/tag/falar-demais/

Os mais arrojados em falar são ordinariamente os menos profundos em saber. 

Marquês de Maricá

O sábio, para falar, antes medita o que dizer, ou a quem dizer, em que lugar e tempo.

Santo Ambrósio

http://www.webfrases.com/mostrar_frases.php?id_frases=121

E, embora eu mesmo não tenha falado nada, vamos parar por aqui antes que alguém me acuse de falar demais.

ESPERO CONTINUAR


[i] BJ: Lit.: “o coração do sábio para a direita, o coração do néscio para a esquerda”, i.e., a mente do sábio leva-o ao sucesso (bem), a do néscio ao malogro (mal).