Mais um pedacinho do livro seis O PODER DA KABBALAH, de Yehuda Berg. Ousei botar o título do “post” diferente do título do artigo: creio que fica mais claro para quem não está lendo o livro todo (ainda não? Está esperando o que?). Boa leitura e que a graça do Eterno esteja com vocês!

QUANDO APERTAM NOSSOS “BOTÕES DE REATIVIDADE”

Com frequência fazemos muito bem o trabalho de esconder nosso tikun – até mesmo de nós mesmos. Estamos muito ocupados tentando mostrar ao mundo o quanto somos perfeitos. Assim, o primeiro passo para trabalhar com nosso tikun é reconhecer a bagagem que estamos carregando. Para fazê-lo, precisamos perceber que o Universo é um grande espelho. Olhamos para nosso mundo, nossos amigos, nossa família e perguntamos: “O que eu vejo nos outros que aciona minha reatividade?” A resposta é: os traços que nos incomodam nos outros são os mesmos traços que não gostamos em nós mesmos. O Universo inteiro nos ajuda refletindo nosso Tikun de volta para nós.

Quais são as coisas que nos irritam nas ações e comportamentos dos outros? Ficamos aborrecidos quando nossos amigos estão atrasados e pensamos “será que eles não enxergam que chegar atrasado é uma falta de consideração? Não dá pra acreditar que eles não entendam que isso não se faz!” Ficamos ofendidos quando as pessoas são rudes, ríspidas ou desagradáveis? Ou quando as pessoas levam muito tempo para nos dizer algo? Por que estão nos fazendo perder tempo?

Todas as vezes que um de nossos “botões de reatividade” é apertado, é um chamado para que prestemos muita atenção a um aspecto de nossa reatividade pessoal ou Tikun que precisa ser corrigido. Qualquer coisa que aperte nossos “botões de reatividade” é algo que precisamos mudar em nós mesmos. O Universo está colaborando conosco de tal forma que possamos nos transformar e seguir para o próximo nível de nosso desenvolvimento espiritual. Sem esse processo, estaríamos vivendo uma fantasia de negação, em que tudo estaria perfeitamente arrumado e fluindo lindamente. Mas , se esse fosse o caso, então por que nós viemos a este mundo? Você já conhece a resposta a esta altura: deve haver algo que precise ser corrigido por nós ou não estaríamos aqui.

O PODER DA KABBALAH – BERG, Yehuda – Kabbalah Center do Brasil, Kabbalah Publishing, Parte seis – A CORREÇÃO, A ESCRAVIDÃO E O MILAGROSO PODER DA CERTEZA, pg.s 168 – 169.

Anúncios