Faz tempo que não os brindo com um artigo do sr. Laitman. Lendo este, hoje, achei oportuno postá-lo, mas daria ênfase à ideia de que cada um tem suas próprias dificuldades e JAMAIS se deve invejar o destinos do outro.

http://laitman.com.br/2013/03/o-destino-muda-enquanto-voce-avanca/

O Destino Muda Enquanto Você Avança.

Posted: 03 Mar 2013 04:24 AM PST

O destino muda muito enquanto você avança. A cada um é dado as suas próprias dificuldades, mas você não deve invejar os outros. Há certos problemas internos que não são visíveis externamente e pode parecer que uma pessoa tem tudo de melhor, que a sua vida é bem sucedida, e que ela nunca teve qualquer problema com dinheiro. No entanto, não sabemos quais os obstáculos internos ou externos, invisíveis ao olhar externo ela supera. Ninguém é favorecido nisto.

Quanto mais interna a correção, mais qualitativa ela é, e, portanto, sua força é mais potente do que a correção por problemas externos. É semelhante a um trabalhador que precisa trabalhar uma semana inteira para ganhar a mesma quantia que um especialista pode ganhar por um dia ou mesmo uma hora de trabalho. Isto depende da raiz da alma.

Estamos engajados no trabalho mais importante. É um trabalho humilde, sujo, para corrigir o mundo em seu grau mais insignificante no qual ele está agora, e este trabalho é o mais especial e honroso.

Precisamos sentir isso, compreender e dar graças.

Trabalhamos no nosso próprio kli. Todos os problemas que são revelados para nós são os meios para a correção da unidade rompida. Todo dia eu repito que a divulgação é necessária para o seu próprio bem, que é o seu próprio kli você não está fazendo nenhum favor a alguém. O Criador não precisa do seu trabalho. Vocês, vocês mesmos, precisam disto em primeiro lugar. Caso contrário, em quais vasos vão receber a revelação?

No entanto, se uma pessoa está presa dentro da quebra e quer perceber o mundo daí, não corrigindo-se, então ela é como uma criança que não quer crescer, mas exige que lhe deem com a idade de dois anos as mesmas coisas que os adultos têm. Isso significa que ela está atrasado em seu desenvolvimento e não usa as oportunidades que ela recebe.