Finalmente volto a postar mais alguns textos relativos ao CURSO NOVA HUMANIDADE, ministrados em 1977 por ROHDEN. Agora chegamos a 13ª aula. Pelo que se deduz, estavam chegando a um período de férias e nesta última aula o mestre faz uma revisão. Não tentarei fazer qualquer resumo ou condensação da palestra. Vou postá-la em partes. Apreciem.

Recomendo a todos que façam muitos exercícios de Yoga integral, não só Hatha-Yoga, mas também de Yoga integral. Eu já disse isto ontem na meditação; nós, ocidentais, somos terrivelmente extra-vertidos por natureza. Os orientais são introvertidos. Os ocidentais são extrovertidos. E devido à nossa extroversão tradicional aqui no ocidente, muitas pessoas não conseguem ficar 5 minutos imóveis e silenciosos, na meditação.
Ora, enquanto alguém não consegue ficar silencioso e imóvel, durante 5 minutos, ou durante meia hora, não pode fazer concentração mental. A concentração mental depende da disciplina corporal. Onde não há perfeita disciplina corporal não é possível concentração mental e meditação espiritual. Estas são coisas correlativas conhecidas. Se alguém consegue 100% de disciplina corporal, não se mexendo durante meia hora, não tossindo, não produzindo nenhum ruído durante meia hora, já está em condições de fazer concentração mental.
Nós vivemos na ilusão de que de vez em quando, nós devemos nos mexer. De vez em quando, temos que tossir. De vez em quando, temos que dar um sinal da nossa presença física. Pura ilusão! Não há necessidade. Vocês pensam que é necessário, que é inevitável, agora tossir. Se vocês fizeram exercício de yoga integral, vão verificar que nada disto é verdade. Nós podemos ficar horas inteiras, se quisermos, em completa imobilidade, como um cadáver, em completo silêncio. Isto, no princípio, parece impossível, mas, é questão de exercício.
Os yogues… – agora apareceu o artigo: OS PODERES SECRETOS DOS YOGUES numa revista daqui – eles conseguem coisas espantosas. Eles conseguem anestesia mental. Onde é que nós conseguimos anestesia mental? Nós fazemos anestesia por meio duma injeção, mas, eles fazem brincando, anestesia mental no oriente. Eles dão ordem a este braço, insensibilizar-se totalmente. Não sentir nada. Toma um punhal perfura um braço, não sentem nenhuma dor. Como é que eles conseguem isto? Concentração mental.
A nossa mente é terrivelmente poderosa. Não quando dispersa, derramado por todas as periferias…aí é fraca. Tudo que é derramado é fraco. Tudo que é concentrado é forte. Então, eles fazem uma concentração mental, eles estão habituados a fazer isto. Há 7000 anos na Índia se está praticando isto. Naturalmente, eles chegaram a perfeições extraordinárias de concentração mental. Dão ordens aos nervos do braço, daqui até aqui. Porque os nervos é que sentem. Sem os nervos nós não sentimos nada. Dão ordem aos nervos – não sentir nada durante 10 minutos. Não sentir nada durante uma hora. E os nervos obedecem.
Os nossos, não obedecem. Obedecem a uma injeção física- que é anestesia. Mas não obedecem a uma injeção mental. Para nós é um milagre. Mas, injeção mental é possível. Eles dão ordem aos órgãos do seu corpo para funcionar deste e daquele modo. Até suspendem a respiração por muito tempo, sem morrer. Até reduzem as pulsações do coração quase a zero. E, às vezes completamente a zero, durante muitas horas. E não morrem. Nós dizemos – é impossível.
Mas, nós vamos fazer um pouquinho de exercícios, cada um lá em sua casa, de yoga integral. Yoga integral é yoga física (Hatha yoga), é yoga mental (Raja yoga), é Bhakti-yoga também, é Gnani yoga e é até karma-yoga… Cinco tipos de yoga. Isto se chama yoga integral. Se alguém reuniu tudo e fizer exercício, vai ver. Chega a criar dentro de si um poder milagroso. É perfeitamente natural. Porque milagres não existem, no sentido de ‘contra a natureza’. Existe milagre no sentido fora do conhecimento que nós temos da natureza. Mas não existem milagres fora da natureza. Nenhum milagre é contra as leis da natureza.
Agora, nós não conhecemos 10% das leis da natureza. E dentre 10% dizemos que é natural, e 90% dizemos que é milagroso. Que é sobrenatural. Não existe nada sobrenatural. Sobrenatural é pura ilusão. Deus não é sobrenatural. Deus é infinitamente natural, e nós somos finitamente naturais. Por isto o natural finito não pode compreender o natural infinito. Então nós inventamos que Deus está além da natureza, que Deus não faz parte da natureza. Mas, os grandes iniciados sabem que Deus é a alma da natureza, como disse Spinoza, e repetia Einstein.
Eu me lembro de quando eu estava em Princeton, com Einstein, ocorreu pelos jornais dos Estados Unidos, a notícia de que Einstein era ateu. Que Einstein não aceitava Deus. E o rabino da Sinagoga judaica de Nova York, o Sr. Herbert Goldstein, que eu conheci muito bem, mandou um telegrama a Einstein, à Universidade de Princeton: “Favor dizer se você aceita Deus”. Sabeis o que Einstein respondeu telegraficamente, ao Sr. Herbert Goldstein? Respondeu: “Eu aceito o mesmo Deus que o nosso grande Spinoza,” porque Spinoza também era judeu, “chamou, a Alma do Universo. Este Deus eu aceito.”
E Einstein acrescentou: “Não aceito um Deus pessoal que se preocupa com as nossas necessidades de cada dia”. É claro que nós pensamos que Deus é nosso empregado, número 1. Quando nós estamos doentes, ele tem que vir para nos curar. Quando não temos dinheiro, ele tem que arranjar dinheiro. Quando estamos em apuros, tem que nos tirar dos apuros. Então, Deus é nosso empregado? Nós mandamos em Deus? Isto é bobagem.
Deus não se preocupa com as nossas necessidades pessoais de cada dia. Se nós tomarmos uma atitude certa em face da alma do universo todo o corpo do universo está a nosso favor. O ruim é que nós não entramos em sintonia com a alma do universo. Nós estamos sempre em desarmonia parcial ou total com a alma do universo. Então nos acontecem estas coisas desagradáveis. Se eu estou em sintonia perfeita com a alma do universo, todo o corpo do universo está a meu favor.
Spinoza disse: “Deus é a alma do universo e este mundo é o corpo de Deus”. Faz a comparação entre alma e corpo. A parte invisível do universo, isto é Deus; e a parte visível do universo, isto nós chamamos o mundo. Mas, o visível obedece ao invisível. O corpo obedece à alma.
Então, como dizia, não devemos imaginar que Deus seja uma coisa fora da natureza, sobrenatural. O mundo espiritual não é sobrenatural. Ele é natural, invisível e outras coisas são naturais, visíveis. Quanto mais nós nos concentrarmos e transmentalizarmos também na meditação, mais nós sintonizamos com o mundo invisível. E isto é a uma grande vantagem para nós.
Portanto, façam exercícios de yoga integral durante as férias até conseguirem pelo menos meia hora de absoluta imobilidade e de absoluto silêncio. O nosso ego físico não gosta de silêncio, gosta de barulho. Não gosta de imobilidade, gosta de movimento. Mas, quando nós nos esquecemos do nosso ego físico e nos concentramos no nosso ego mental, e, sobretudo no nosso eu espiritual, que é o último reduto da nossa natureza, nós podemos ficar completamente imóveis, durante quanto tempo quisermos, e completamente silenciosos. Estamos praticamente mortos. Praticamente… É uma morte provisória que nós praticamos durante a meditação. Uma morte de meia hora, ou uma morte de uma hora.
Os yogues fazem uma morte provocada de horas inteiras e depois voltam à vida. Nós temos que fazer um pouco de exercício, porque todo o poder consiste na concentração, e toda a fraqueza consiste na dispersão. A fraqueza é dispersão e a força é concentração. É vantajoso para todos efeitos. Não é só para o mundo espiritual. A concentração é útil para a ciência, é útil para a técnica, é útil para as finanças, é útil para a indústria, o comércio. É útil para tudo, porque a concentração dá força em tudo.
Bem, então façam um pouco de exercícios nas férias. Temos que chegar a um ponto de 100% de silêncio e de imobilidade física, porque do contrário o mental não funciona, e o espiritual não funciona sem a base do material. A disciplina material é a base para a disciplina mental e disciplina espiritual. É uma torre, sem alicerces não funciona. Não pode começar a torre pelo telhado, têm que começar a torre pelos fundamentos.

Reiterando: APROVEITO PARA INFORMAR QUE ESTE – E OUTROS CURSOS DE ROHDEN – PODEM SER OBTIDOS COM A SRA. IRIS GOMES, TANTO EM ÁUDIO (MP3), COMO TRANSCRITOS EM APOSTILAS. DOU A SEGUIR O E_MAIL DE CONTATO DA SRA. IRIS, BEM COMO DE SEU BLOG, ONDE PODERÃO APRECIAR MUITOS OUTROS TEXTOS DE ROHDEN: E_mail: ihgomes@hotmail.com
 Blog: http://ihgomes.wordpress.com/