Category: Política


Reforma Política

                                  congressoemfoco.uol.com.br

 

Gostaria de contribuir com algumas sugestões para a reforma política do Brasil. Estão abaixo algumas sugestões minhas para consideração e, se julgarem conveniente, divulgação.

Esclareço, inicialmente, meu apreço ao ideal do Partido Federalista (ao qual já me filei). Mas enquanto não se consegue seu registro, vou pensando em alguns remendos para o que existe atualmente. Se você quiser dar uma olhada no que pensa o Partido Federalista vá ao Site http://www.federalista.org.br/site/links.php.

 

Vamos lá (estas são as primeiras sugestões):

1 – Nenhum político eleito para quaisquer cargos terão direito a qualquer privilégio em relação à Previdência Social, isto é, deverão continuar contribuindo regularmente para a Previdência Social que o Pais oferece a seus trabalhadores e, quando dela necessitarem, receberão o mesmo atendimento, com direito às mesmas filas .

2 – As atuais regras da chamada Lei da Ficha Limpa deverão ser observadas com o máximo rigor no preenchimento de cargos eletivos.

3 – A absoluta necessidade de cargos chamados comissionados, em quaisquer dos poderes, serão estabelecidos em lei, com expressa indicação de sua duração. A aprovação desta lei e sua eventual modificação dependerão de aprovação plebiscitária.

4 – A remuneração, incluindo o subsídio dos ocupantes de cargos, funções e empregos públicos da administração direta, autárquica e fundacional, dos membros de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dos detentores de mandato eletivo e dos demais agentes políticos não poderão exceder a remuneração mensal do Presidente da República, aplicando-se como limite, nos Municípios, o subsídio do Prefeito, e nos Estados e no Distrito Federal, o subsídio mensal do Governador.

Os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário não poderão ser superiores aos pagos pelo Poder Executivo;

Nenhuma categoria ou poder poderá criar qualquer tipo de remuneração adicional. Não serão permitidos os proventos, pensões ou qualquer outra espécie remuneratória, incluídas as vantagens pessoais ou de qualquer outra natureza percebidos cumulativamente ou não. Tais casos, se houver, serão submetidos ao Congresso e só entrará em vigor com aprovação plebiscitária.

5 – O foro privilegiado de quaisquer funcionários da administração pública, eletivos (Presidente da República, Senadores Deputados, Governadores, Prefeitos, Vereadores…); nomeados (Ministros, Secretários de Estado e quaisquer outros);  ou concursados,  de qualquer dos poderes, só será admissível para as questões inerentes ao cargo exercido. Qualquer outra questão será julgada pelo foro comum

6 – Os cargos de Presidente da República, Governadores e Prefeitos terão duração de 6 anos, não sendo permitida a reeleição, salvo se ocorrer 12 anos após o último mandato.

7 – Deputados Estaduais ou Estaduais, Vereadores terão mandato de 4 anos, admissível uma  única reeleição (8 anos).

8 – As leis de âmbito federal que interferirem na autonomia estadual ou municipal, assim como, toda e qualquer emenda constitucional aprovadas em Congresso Nacional deverão ser ratificadas por pelo menos 2/3 dos Estados para entrarem em vigor. Esta aprovação será dada pelas Assembleias Legislativas de cada Estado, ou por Plebiscito estadual, se assim o decidir sua Assembleia ou for solicitado por 1/3 de sua população votante.

Haverá decadência de prazo para esta aprovação, fixado no próprio projeto, com previsão de prorrogação de 15 dias se houver Plebiscito em pelo menos 1 Estado.

 

Anúncios

Brasileiro

TAMBÉM JÁ FUI BRASILEIRO

DRUMOND de Andrade, Carlos – NOVA REUNIÃO, 23 livros de poesia, volume 1, Alguma Poesia, pg. 11.

 

Eu também já fui brasileiro

moreno como vocês.

Ponteei viola, guiei forde

E aprendi na mesa dos bares

que o nacionalismo é uma virtude.

Mas há uma hora em que os bares se fecham

E todas as virtudes se negam.

 

Eu também já fui poeta.

Bastava olhar uma mulher,

pensava logo nas estrelas

e outros substantivos celestes.

Mas eram tantas, o céu tamanho,

minha poesia perturbou-se.

 

Eu também já tive meu ritmo.

Fazia isto, dizia aquilo.

E meus amigos me queriam,

meus inimigos me odiavam.

Eu irônico deslizava

satisfeito de ter meu ritmo.

Mas acabei confundindo tudo.

Hoje não deslizo mais não,

não sou irônico mais não,

não tenho ritmo mais não.

 

 

NÃO SOU POETA E NÃO PRETENDO FAZER POESIA.

NEM COMPLETAR O QUE FOI DITO PELO DRUMOND DE ANDRADE.

MAS ME OCORREU UNS PENSAMENTOS, QUE VÃO ABAIXO EXPOSTOS.

 

Não na mesa dos bares

foi que aprendi

que o nacionalismo é uma virtude.

 

Milhões de brasileiros,

como eu, aprenderam

sobre esta e outras virtudes

no lar de gente humilde.

 

Hoje, querendo estão

fechar os lares de gente humilde,

e outros lares também.

Almejando, desconfio,

acabar é com a virtude.

Mais que isto,

querem a Pátria arreada

e a alma de meu povo.

Querem tudo de mão beijada,

Pra entregá-las, sem disputa,

pras comunas socialistas.

 

images                                                                                        notícias.gospelmais.com.br

Cá estou eu para falar deste espinhoso assunto.

De início devo declarar que, como Sr. Aécio e Sra. Dilma, entendo que a desigualdade social no País deve ser reduzida e a pobreza eliminada. A minha formação é cristã e, consequentemente, tenho um respeito enorme pelo ser humano de sorte que ver uma pessoa passar por necessidades básicas é inaceitável; também não aceito a exploração de uma pessoa por outra, em quaisquer circunstâncias. Pobreza e desigualdade social sempre existiram no Brasil, desde a chegada por cá do Sr. Cabral. Sempre foram, desde que me conheço por gente (e faz tempo!), plataforma política de nossos políticos – uns, quem sabe, com boas intenções, outros simplesmente para enfeitar seus objetivos. Getúlio Vargas abordou o tema quando instituiu o Salário Mínimo, pensando em reduzir a exploração de trabalhadores por seus patrões. Recentemente o PSDB no poder iniciou o enfrentamento do problema mas, a meu ver, pode fazer muito pouco, certamente em razão das circunstâncias vigentes. A eliminação da inflação galopante ajudou, sem dúvida, a população mais pobre, mas considero que tenha sido mais uma imposição econômica. O PT, navegando em mar calmo graças ao excelente governo de FHC, pode trazer outros benefícios à gente carente, mas o fez de forma totalmente descontrolada, visando tão somente a solução do problema imediato, sem qualquer objetivo de médio/longo prazo, como, por exemplo, permitir/exigir/dar condições para esta gente superasse, pelo próprio esforço/compromisso, a sua situação degradante. Foi, a meu ver, mais um dos golpes baixos deste partido comunista, islâmico, totalitário, para permanecer no poder, por enquanto legalmente, para lançar as seus alicerces de poder total.

 

Aqui tenho que falar alguma coisa do PT e seus mentores. Tudo leva a crer que este partido hoje está nas mãos da ala mais radical do comunismo, estreitamente associado ao maoismo chinês, tendo por elo o Foro de São Paulo (por que os investimentos em Cuba, Venezuela…). Sentem-se muito à vontade com o Socialismo já vigente (veja Olavo de Carvalho) e se preparam para o golpe de misericórdia para a transição do comunismo (veja a proposta dos Conselhos Populares e a lei que acaba com a propriedade privada). Desejam uma “democracia” do tipo cubana, venezuelana, ou chinesa. Os grandes chefes do partido, entre eles José Dirceu, Genuíno, Delúbio etc. e outros talvez mais importantes mas que preferem o ostracismo político, e que dizem que lutaram pela “democracia”, na verdade, como a Dilma, participaram de movimentos guerrilheiros altamente belicosos que assaltaram bancos, o cofre do Ademar, praticaram sequestros, colocaram bombas em locais públicos etc., etc. e se chegassem ao poder eliminariam todos os “inimigos”, como fez Fidel em Cuba. A sua atuação pregressa demonstra que, de forma alguma, receberam qualquer influência da cultura cristã brasileira. São ateus da pior espécie, que não têm qualquer consideração pelo ser humano – aliás, o namoro com o Islamismo radical seria para erradicar o cristianismo, depois…

Vitimas do terror vermelho 2                                                                                    imagohistoria.blogspot.com

O que já acontece na educação, por exemplo, demonstra o que pretendem. Os textos para nossas crianças que a partir de 3 nos serão obrigadas a ir para a escola, acabam com os valores da família – as constituídas de pai e mãe (macho e fêmea) serão excreções; desde cedo são incentivadas ao homossexualismo. Qualquer menção à religião será proibida na escola, pois estamos em um estado laico. Os vultos de nossa história pátria serão substituídos por Che Guevara, Fidel Castro, Zé Dirceu… Todo este trabalho é só para acabar com as resistências sociais – não existem valores, não existe história, só existe o Estado. As ideias socialistas/comunistas serão introduzidas de forma que a nova geração seja absolutamente concorde com o novo regime.

Crianças robô                               apaginavermelha.blogspot.com

As dificuldades econômicas atuais são apenas passos para a transição. Ainda necessitam de algum capitalismo para sobreviver. Depois é só distribuir cupons de alimentação para se buscar o que ainda existir. Vale lembrar que o comunismo stalinista não deu certo na Rússia, o comunismo acabou com Cuba e está acabando com a Venezuela (e com o Brasil). Os países “não alinhados” (Colômbia e Peru) da América do Sul estão hoje em muito melhores condições que o Brasil.

Fome na Venezuela                                                                                                    homemculto.com

Você há de concordar que o PT sempre reclamou da mídia. Ultimamente sente-se perseguido pela imprensa que relata os depoimentos dos réus das Petrobras, reclamaram (e reclamam) quando se fala do Mensalão. Dilma jura que irá punir quem tiver praticado “mal-feitos”, mas não tomou ainda qualquer providência contra denunciados que continuam como chefes do partido e ocupando cargos em sua administração. Se eleita, dirá que “tudo é mentira”, punirá o juiz que cuida do caso, tchau e bênção… Afinal, eles trabalhavam para o partido e o dinheiro desviado era necessário para os seus objetivos. Jornalistas que ousam falar contra o PT já são ameaçados de morte.

cale-a-boca
                                                                 andradetalis.wordpress.com

Se me perguntarem se considero o capitalismo um sistema econômico justo – direi que não e, como tudo que existe, precisa de muita revisão e muito melhoramento. Gostaria de ter encontrado algo que o substitua. Segundo Karl Marx, o socialismo será a transição para um comunismo sem classes e sem governos. Tentaram praticá-lo, mas não funcionou – deturparam-no. Seus defensores se dizem cientistas e, como tal, rejeitam qualquer forma de religião. Mas eu ainda entendo que a sociedade ideal só surgirá com a transformação do homem em “humanos” (na definição de Rohden) – aí, qualquer regime econômico serve – servirá à sociedade. Se o PT continuar no poder, você acredita que terá liberdade de falar qualquer coisa parecida com isto?

Somos humanos                                                                  pensamentoslucena.blogs.sapo.pt

Gostei quando Aécio botou o dedo no nariz da Dilma e a chamou, inúmeras vezes, de MENTIROSA. Há 4 anos atrás eu já dizia que ela o era. Mas não foi especificado ainda o perigo que representa o PT no poder por mais tempo – o comunismo stalinista no Brasil. Este problema, você há de concordar, é maior que a corrupção perpetrada pelo PT.

Já estou com 77 anos. Não sei quantos anos de existência ainda tenho. Mas e os filhos, os netos? Vou ficar feliz em deixá-los em mãos erradas?

E você?